Sessão Semanal – Trauma Torácico

Nesta terça-feira, 22 de novembro, retornaremos com nossas sessões semanais abordando o Trauma Torácico. Será a primeira sessão do módulo de ATLS.

A LAEME convida todos os interessados a comparecerem à sessão e aprender um pouco mais sobre o tema com a gente!
Para receber as referências das sessões, envie um e-mail para laeme.ufba@gmail.com.

Trauma Torácico.jpg

Sessão 1/2016.2: Trauma Torácico

Prezados acadêmicos,

LAEME retornará suas atividades e convida todos para sua próxima sessão dia 22/11 na Faculdade de Medicina da Bahia, sala 05, às 18:30. A sessão será sobre Trauma Torácico e dará início ao módulo de ATLS. Venha aprender um pouco mais sobre trauma conosco!!

Principais:

1. Capítulo 4 do ATLS ( Trauma Torácico)

2. Capítulo 5 da apostila do SJT (Trauma de Tórax)

Opcionais:

3-management-of-tracheobronchial-injuries

4-contemporary-management-of-flail-chest

Segue o link para o ATLS 9ª EDIÇÃO:  https://www.dropbox.com/s/9cvk2vxq97yn9pi/ATLS%20-%209%C2%AA%20edi%C3%A7%C3%A3o.pdf?dl=0

Segue o link para a apostila do SJT:

Os artigos anexos e fontes citadas são somente sugestões e não as únicas bibliografias possíveis. Obviamente, sabemos e passamos pelas mesmas dificuldades de escassez de tempo, mas reiteramos que o estudo prévio facilita o aprendizado nas sessões e é fundamental para enriquecer as discussões.

Agradecemos a todos pelo interesse e esperamos encontrá-los nas sessões.

Você pode fazer mais que pedir ajuda…

Compareça!

Cronograma LAEME 2016.2

Nessa terça, dia 22/11, a LAEME retomará suas atividades e nós temos o prazer de convidar toda a comunidade acadêmica a participar de nossas sessões semanais.

Segue nosso calendário de sessões para o semestre de 2016. 2.

Programe-se, monte sua equipe e compareça!

Você pode fazer mais que pedir ajuda.

15095679_1511054545577058_7528036191606666260_n

LAEME no Panamerican Congress of Trauma

Na última semana, a LAEME esteve em Maceió-AL no XXIX PANAMERICAN CONGRESS OF TRAUMA, CRITICAL CARE AND EMERGENCY SURGERY.

Foram 12 trabalhos aprovados entre apresentações orais e pôsteres.

Não temos palavras para agradecer ao nosso mestre, André Gusmão, pelo apoio incondicional ao longo de todo o processo. Agradecemos também à Dra. Ana Celia Romeo e ao Dr. Márcio Rivison.

A LAEME fechou sua participação com chave de ouro ao ter um dos trabalhos, “Factors related to mortality in subjects admitted to the Red Wave Protocol (RWP)”, apresentado pelo ligante Renan Tínel – uma referência para todos na Liga, eleito como a melhor apresentação de pôster na categoria “Geral” em meio a 302 trabalhos aceitos.

Você pode fazer mais do que pedir ajuda.

todos-juntospremiacao

referencia

Factors related to mortality in subjects admitted to the Red Wave Protocol (RWP). Renan Tínel

china

Registry in a Trauma Center: You Never Know What Is Gonna Come Through That Door? Pedro Filho

duda

PANCREATICODUODENECTOMY FOR TRAUMA: EARLY OR LATE? Maria Eduarda Alonso

jeremias

Epidemiological profile of blunt trauma at the Hospital do Subúrbio, Salvador-BA. Renan Barreto

leite

Musculoskeletal Injuries In Trauma From Motorcycle Accident Attended By The Prehospital Service In Salvador, Bahia. Felipe Leite

maju

Epidemiological Profile of Trauma Victims at Hospital do Subúrbio’s UCI (Salvador, Bahia). Maria Julia Colossi

miranda

Epidemiology of envenomations in Bahia, Brazil, between 2010-2015. Felipe Miranda

paula

Factors influencing length of stay of trauma victims in the Intensive Care Unit at Hospital do Subúrbio (Salvador, Bahia). Paula Baleeiro

paulo

Factors associated with death in trauma victims admitted to the ICU of Hospital do Subúrbio (Salvador, Bahia). Paulo Roberto

pedro

Red wave (RW): does reducing time reduces mortality? Pedro Lins

rai

Factors related to mortality in moderate and severe head trauma in a tertiary hospital in Salvador, Bahia. Raíza Couto

renata

Open your mind to head trauma. Renata Maia

Sessão 12/2016.1: Choque

Prezados acadêmicos,

A LAEME convida todos para sua próxima sessão dia 11/10 na Faculdade de Medicina da Bahia, sala 05, às 18:30. A sessão será sobre Choque e dará início ao módulo de ATLS. Venha aprender um pouco mais sobre trauma conosco!

Principais

1.    Capítulo 3 – Choque (ATLS 9ª Edição)

Opcionais

2-initial-evaluation-and-management-of-shock-in-adult-trauma-uptodate

3.    Capítulo 4 – Trauma Torácico (ATLS 9ª Edição)

4.   Capítulo 5 – Trauma Abdominal (ATLS 9ª Edição)

5-use-of-vasopressors-and-inotropes-uptodate

Segue o link para o ATLS 9ª EDIÇÃO:  https://www.dropbox.com/s/9cvk2vxq97yn9pi/ATLS%20-%209%C2%AA%20edi%C3%A7%C3%A3o.pdf?dl=0

Os artigos anexos e fontes citadas são somente sugestões e não as únicas bibliografias possíveis. Obviamente, sabemos e passamos pelas mesmas dificuldades de escassez de tempo, mas reiteramos que o estudo prévio facilita o aprendizado nas sessões e é fundamental para enriquecer as discussões.

Agradecemos a todos pelo interesse e esperamos encontrá-los nas sessões.

Você pode fazer mais que pedir ajuda…

Compareça!

Sessão 11/2016.1: Vias Aéreas

Prezados acadêmicos,

A LAEME convida todos para sua próxima sessão dia 04/10 na Faculdade de Medicina da Bahia, sala 05, às 18:30. A sessão será sobre Vias Aéreas e dará início ao módulo de ATLS. Venha aprender um pouco mais sobre trauma conosco!!

Principais:

1- Capítulo 2 – Vias Aéreas ( ATLS 9ª Edição)

Opcionais

basic-airway-management-in-adults

continuous-oxygen-delivery-systems-for-infants%2c-children%2c-and-adults

entubacao-orotraqueal-procedimentos

Segue o link para o ATLS 9ª EDIÇÃO:  https://www.dropbox.com/s/9cvk2vxq97yn9pi/ATLS%20-%209%C2%AA%20edi%C3%A7%C3%A3o.pdf?dl=0

Os artigos anexos e fontes citadas são somente sugestões e não as únicas bibliografias possíveis. Obviamente, sabemos e passamos pelas mesmas dificuldades de escassez de tempo, mas reiteramos que o estudo prévio facilita o aprendizado nas sessões e é fundamental para enriquecer as discussões.

Agradecemos a todos pelo interesse e esperamos encontrá-los nas sessões.

Você pode fazer mais que pedir ajuda…

Compareça!

LAEME diz não à Violência Obstétrica

A violência obstétrica caracteriza-se pelo tratamento desumano, abuso da medicalização e patologização do processo natural da gestação. A mulher violentada, na posição frágil de paciente, perde a autonomia sobre seu corpo e sexualidade, o que pode trazer danos irreparáveis para sua saúde física e mental. É fundamental que profissionais de saúde e a população em geral saibam IDENTIFICAR e DENUNCIAR a violência obstétrica no dia a dia dos serviços de saúde do Brasil.

Violência obstétrica na GESTAÇÃO caracteriza-se por:
– Negar atendimento à mulher ou impor dificuldades ao atendimento em postos de saúde onde são acompanhadas para o pré-natal;
– Qualquer tipo de comentário constrangedor, seja por sua cor, raça, etnia, idade, escolaridade, crença, etc;
– Ofender, humilhar ou xingar a mulher e sua família;
– Negligenciar o atendimento de qualidade.

Violência obstétrica no PARTO:
No Brasil, toda mulher tem direito a um acompanhante de sua escolha durante todo o período de duração do trabalho de parto, parto e pós-parto, além de ser tratada com dignidade, com garantia da sua integridade física e psicológica.
Dentre as formas mais comuns de violência nesta situação, temos:
– Recusa da admissão em hospital ou maternidade
– Impedimento da entrada do acompanhante escolhido pela mulher;
– Procedimentos que incidam sobre o corpo da mulher, que interfiram, causem dor ou dano físico;
– Cesariana sem indicação clínica e sem consentimento da mulher.

Violência obstétrica no atendimento em situações de ABORTAMENTO
A complicação do aborto é uma das principais causas de morte de mulheres registradas no Brasil. Em casos de abortamento, a violência obstétrica caracteriza-se por:
– Negativa ou demora ao atendimento à mulher na situação de abortamento;
– Questionamento à mulher quanto a causa do abortamento;
– Ameaças, acusação e culpabilização da mulher;
– Realização de procedimentos predominantemente invasivos, sem explicação, consentimento e, frequentemente, sem anestesia.

Repetimos: A VIOLÊNCIA OBSTÉTRICA DEVE SER DENUNCIADA!
A mulher tem o direito de exigir a cópia do prontuário junto à instituição de saúde em que foi atendida. Além disso, pode procurar a Defensoria Pública, independente se o serviço usado foi público ou particular.
DISQUE 180 para denunciar qualquer tipo de violência contra a mulher.

violencia-obstetrica

Sessão 10/2016.1: Arboviroses

Prezados acadêmicos,

A LAEME convida todos para sua próxima sessão dia 20/09 na Faculdade de Medicina da Bahia, sala 05, às 18:30. A sessão será sobre Arboviroses. Venha aprender um pouco mais conosco!!

Principais:

1 – Emergências Clínicas 11ª Ed. (2016) – Capítulo 63 (Dengue)
2 – Emergências Clínicas 11ª Ed. (2016) – Capítulo 66 (Infecção pelo Vírus Chikungunya)

Opcionais

Segue o link para o Emergências Clínicas – USP:  https://www.dropbox.com/s/yb9injr1sauxii7/Emerg%C3%AAncias%20Cl%C3%ADnicas%20USP%2011%20ed.%20%282016%29%20-%20Pt.pdf?dl=0

Os artigos anexos e fontes citadas são somente sugestões e não as únicas bibliografias possíveis. Obviamente, sabemos e passamos pelas mesmas dificuldades de escassez de tempo, mas reiteramos que o estudo prévio facilita o aprendizado nas sessões e é fundamental para enriquecer as discussões.

Agradecemos a todos pelo interesse e esperamos encontrá-los nas sessões.

Você pode fazer mais do que pedir ajuda…

Compareça!

Sessão Semanal – Intoxicações

Nossa próxima sessão será sobre “Intoxicações”! Ela acontecerá na próxima terça-feira, dia 13/09, às 18:30, na Faculdade de Medicina da Bahia.

Toda a comunidade acadêmica está convidada para aprender um pouco mais sobre o tema conosco!

Para receber as referências das sessões, envie um e-mail para laeme.ufba@gmail.com ou acesse nosso site https://laemeufba.wordpress.com/ (Ensino -> Sessões Semanais -> Referências).

intoxicacoes-2

Sessão 10/2016.1: Intoxicações

A LAEME convida todos para sua próxima sessão dia 13/09 na Faculdade de Medicina da Bahia, sala 05, às 18:30. A sessão será Intoxicações. Venha aprender um pouco mais conosco!

Obs: As referências principais e opcionais serão úteis para o melhor entendimento da sessão, enquanto que as referências específicas são para aqueles que se interessarem em se aprofundar em uma determinada intoxicação.

Principais:

1- Capítulo 38: Abordagem Inicial das Intoxicações Agudas – Emergências Clínicas, USP -11ª Edição

2- Capítulo 39: Tratamento Específico das Intoxicações Agudas – Emergências Clínicas, USP -11ª Edição

Segue o link para o Emergências Clínicas – 11ª edição.

Opcionais

Específicas
 
Os artigos anexos e fontes citadas são somente sugestões e não as únicas bibliografias possíveis. Obviamente, sabemos e passamos pelas mesmas dificuldades de escassez de tempo, mas reiteramos que o estudo prévio facilita o aprendizado nas sessões e é fundamental para enriquecer as discussões.

Agradecemos a todos pelo interesse e esperamos encontrá-los nas sessões.

Você pode fazer mais do que pedir ajuda…

Compareça!

Formando 2016.1

Dono de um humor ácido e conhecedor de uma boa referência para cada informação passada e cada conduta decidida, Guilherme Magnavita comemora hoje o fim da graduação.

Parabéns por tornar-se oficialmente eterno membro da LAEME e também por diagnosticar qualquer patologia analisando só o ECG!

É tempo de novas descobertas, e apesar de apresentar-se agora como concluinte, sabemos que é tão capaz de fazê-las quanto o garoto que aprendeu qual a melhor fonte de ferro da dieta e o qual o nascedouro da verdadeira e ébria alegria.

A LAEME te parabeniza e agradece a oportunidade de te ensinar e de aprender com você!homenagem-magay